1. E toda essa discussão sobre “estado laico”…

Se você é usuário habitual do Facebook, e vamos concordar que 90% das pessoas que acessam o Tumblr são, com certeza já está sabendo que o MPF pediu a retirada da frase "Deus seja louvado" das cédulas que usamos atualmente. Esse foi o assunto do dia, ateus e agnósticos em sua maioria comemoraram; já a reação dos religiosos variou bastante. Alguns fizeram comentários revoltados acusando perseguição, outros mostraram certa indiferença. O ponto mais interessante dessa discussão toda é o que muitas pessoas criticaram a mudança dizendo que é "muito esforço por algo insignificante". Mesmo? Porque é muita gente chiando no meu mural para algo que é tão insignificante assim.

Tem muita coisa para se falar a respeito, mas eu escolhi falar apenas de alguns pontos. O primeiro é a acusação de perseguição: essa todo mundo sabia que viria, é claro. "Estado laico não é um estado antirreligioso", clamam, em sua revolta. Estão certíssimos nessa afirmação! Só não perceberam que a retirada da frase não é nenhum tipo de ataque à religião. Parafraseando o próprio texto da ação: “Imaginemos a cédula de real com as seguintes expressões: ‘Alá seja louvado’, ‘Buda seja louvado’, ‘Salve Oxossi’, ‘Salve Lord Ganesha’, ‘Deus Não existe’. Com certeza haveria agitação na sociedade brasileira em razão do constrangimento sofrido pelos cidadãos crentes em Deus”. 

Ainda não se convenceu? Pois eu sei bem o motivo. O problema é que a religião sempre ocupou um espaço privilegiado, é um tema cheio de barreiras mentais que foram erguidas durante séculos de práticas sociais. Quando nos acostumamos com uma posição, quando ela é confortável e familiar, é difícil perceber que pode não fazer sentido, pode não ser tão neutra quanto parece ser em um primeiro momento. Isso não é exclusividade da religião, obviamente, mas poucos temas possuem uma carapaça tão grossa. O tamanho da confusão por causa da retirada de uma frase minúscula já mostra o quanto é difícil falar abertamente sobre o assunto!

Aliás, essa é exatamente a segunda questão: se essa é uma mudança importante ou não. Tirar a frase das cédulas é uma bobagem? Até acho que é. Mas são pequenas bobagens que abrem precedentes. Se a frase pode, então símbolos religiosos dentro de repartições públicas também? E leis específicas para grupos religiosos? Esse é um declive bem escorregadio e tem tanta gente tropeçando nele… Como dizer que a religião não importa, quando vamos falar de temas como aborto, eutanásia e casamento homoafetivo? A separação total do estado é necessária, para que fique clara a distinção entre o papel do estado e a opinião da sociedade. 

É uma mudança minúscula? De fato. Mas se não conseguimos mudar nem mesmo algo tão simples, como ter confiança de que conseguiremos mudar o que importa?

Isso me lembra um pouco as críticas que o projeto da "ficha limpa" recebeu: "não vai mudar nada", "só um ou dois políticos serão de fato afetados"… E um monte de outras frases equivalentes. Ainda que seja, alguma mudança é melhor que nenhuma. Toda vitória é importante e ninguém sensato deveria subestimar o alcance de pequenas e graduais modificações em alguma coisa. Afinal, é exatamente esse processo de mudanças insignificantes que hoje fazem do Homo sapiens e do Pan troglodytes (o famoso chimpanzé) espécies tão diferentes. Se funcionou tão bem na evolução das espécies, por que você subestima os efeitos futuros disso na sociedade?

Enfim, o veredito final para toda essa história? Inicialmente eu era indiferente, nem mesmo tinha notado que a frase existia nas cédulas, mas agora digo que o MPF está de parabéns! Não, não é nada assim tão grandioso, é apenas um detalhe; mas os detalhes importam. E quem acha que coisas pequenas não fazem qualquer diferença, quero ver me dizer isso na próxima vez que sentir uma picada de uma formiga!

    E toda essa discussão sobre “estado laico”…

    Se você é usuário habitual do Facebook, e vamos concordar que 90% das pessoas que acessam o Tumblr são, com certeza já está sabendo que o MPF pediu a retirada da frase "Deus seja louvado" das cédulas que usamos atualmente. Esse foi o assunto do dia, ateus e agnósticos em sua maioria comemoraram; já a reação dos religiosos variou bastante. Alguns fizeram comentários revoltados acusando perseguição, outros mostraram certa indiferença. O ponto mais interessante dessa discussão toda é o que muitas pessoas criticaram a mudança dizendo que é "muito esforço por algo insignificante". Mesmo? Porque é muita gente chiando no meu mural para algo que é tão insignificante assim.

    Tem muita coisa para se falar a respeito, mas eu escolhi falar apenas de alguns pontos. O primeiro é a acusação de perseguição: essa todo mundo sabia que viria, é claro. "Estado laico não é um estado antirreligioso", clamam, em sua revolta. Estão certíssimos nessa afirmação! Só não perceberam que a retirada da frase não é nenhum tipo de ataque à religião. Parafraseando o próprio texto da ação: “Imaginemos a cédula de real com as seguintes expressões: ‘Alá seja louvado’, ‘Buda seja louvado’, ‘Salve Oxossi’, ‘Salve Lord Ganesha’, ‘Deus Não existe’. Com certeza haveria agitação na sociedade brasileira em razão do constrangimento sofrido pelos cidadãos crentes em Deus”.

    Ainda não se convenceu? Pois eu sei bem o motivo. O problema é que a religião sempre ocupou um espaço privilegiado, é um tema cheio de barreiras mentais que foram erguidas durante séculos de práticas sociais. Quando nos acostumamos com uma posição, quando ela é confortável e familiar, é difícil perceber que pode não fazer sentido, pode não ser tão neutra quanto parece ser em um primeiro momento. Isso não é exclusividade da religião, obviamente, mas poucos temas possuem uma carapaça tão grossa. O tamanho da confusão por causa da retirada de uma frase minúscula já mostra o quanto é difícil falar abertamente sobre o assunto!

    Aliás, essa é exatamente a segunda questão: se essa é uma mudança importante ou não. Tirar a frase das cédulas é uma bobagem? Até acho que é. Mas são pequenas bobagens que abrem precedentes. Se a frase pode, então símbolos religiosos dentro de repartições públicas também? E leis específicas para grupos religiosos? Esse é um declive bem escorregadio e tem tanta gente tropeçando nele… Como dizer que a religião não importa, quando vamos falar de temas como aborto, eutanásia e casamento homoafetivo? A separação total do estado é necessária, para que fique clara a distinção entre o papel do estado e a opinião da sociedade.

    É uma mudança minúscula? De fato. Mas se não conseguimos mudar nem mesmo algo tão simples, como ter confiança de que conseguiremos mudar o que importa?

    Isso me lembra um pouco as críticas que o projeto da "ficha limpa" recebeu: "não vai mudar nada", "só um ou dois políticos serão de fato afetados"… E um monte de outras frases equivalentes. Ainda que seja, alguma mudança é melhor que nenhuma. Toda vitória é importante e ninguém sensato deveria subestimar o alcance de pequenas e graduais modificações em alguma coisa. Afinal, é exatamente esse processo de mudanças insignificantes que hoje fazem do Homo sapiens e do Pan troglodytes (o famoso chimpanzé) espécies tão diferentes. Se funcionou tão bem na evolução das espécies, por que você subestima os efeitos futuros disso na sociedade?

    Enfim, o veredito final para toda essa história? Inicialmente eu era indiferente, nem mesmo tinha notado que a frase existia nas cédulas, mas agora digo que o MPF está de parabéns! Não, não é nada assim tão grandioso, é apenas um detalhe; mas os detalhes importam. E quem acha que coisas pequenas não fazem qualquer diferença, quero ver me dizer isso na próxima vez que sentir uma picada de uma formiga!

    photo

    42 notas
  2. Notas:

    1. papaparapo reblogou esta postagem de feministacansada
    2. deixaeuverissoaqui reblogou esta postagem de lapacasa
    3. lapacasa reblogou esta postagem de vitimas-da-podridao
    4. vitimas-da-podridao reblogou esta postagem de feministacansada
    5. failureistheonlyoption reblogou esta postagem de feministacansada
    6. quarentaedoisparticular reblogou esta postagem de feministacansada
    7. carpe-thatfucking-diem reblogou esta postagem de feministacansada
    8. alieng0d reblogou esta postagem de toxiquereine
    9. toxiquereine reblogou esta postagem de feministacansada
    10. entrandoempanico reblogou esta postagem de feministacansada
    11. void1984 reblogou esta postagem de feministacansada
    12. feministacansada reblogou esta postagem de luananopaisdafantasia e acrescentou:
      É uma frase escrita em dinheiro e as pessoas agem como se estivessem jogando cristãos aos leões. É uma notinha. Poderia...
    13. pensamomentos publicou esta postagem